Apesar da demora nas urnas, TRE-PA avalia pleito como ‘tranquilo’

Durante coletiva realizada ainda na noite deste domingo (7) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-Pa), foi informado que a votação, em vários municípios do Estado, permaneceu durante quase toda a noite de domingo. Há registros de escolas, na capital paraense, que encerraram a votação às 22h27.

Em 2014, as Eleições Gerais no Estado encerraram às 20h20. A desembargadora Célia Regina, presidente do Tribunal Regional do Pará (TRE) explica que, o atraso deste pleito, pode ter dois motivos: o novo sistema de biometria, implantado neste ano, e o número de candidatos; que passou de cinco, em 2014, para seis, em 2018. O tempo de espera nas filas até a urna foi de, em média, duas horas.

“O eleitor precisou colocar 19 dígitos, além de se adaptar ao novo e seguro sistema que de biometria que é, sem dúvida o mais seguro, nas Eleições”, retifica a presidente.

A desembargadora destaca ainda que, não houve problemas graves neste pleito. “Tudo ocorreu dentro da normalidade, com algumas ressalvas que foram administradas e resolvidas de imediato”, avaliou.

Os municípios de Cachoeira do Arari e Chaves, na Ilha do Marajó, além de Jacareacanga, foram os primeiros na transmissão dos votos. Já Faro e Terra Santa, no baixo Amazonas, se posicionaram como as primeiras cidades onde houve a totalização de votos.

Comente com o Facebook
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Compartilhe

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *