Da Matta confirma Remo no 4-3-3 contra o Braga e promete “alma” em campo

estreia do Remo no Campeonato Paraense será neste domingo e o clima de ansiedade se intensifica entre torcedores e jogadores. Mais de 17 mil ingressos já foram vendidos para o duelo contra o Bragantino, em sua grande maioria para azulinos que terão o primeiro contato com o elenco montado para 2018. Apesar de muitos atletas ainda serem desconhecidos dos torcedores, o técnico Ney da Matta já adiantou como eles deverão estar dispostos em campo.

Após o treino desta sexta-feira, o treinador do Leão Azul afirmou que o time será escalado no 4-3-3, formação tática mais utilizada por ele ao longo da pré-temporada.

– Não mexemos muito na estrutura que a gente fez durante a pré-temporada. Nós testamos várias situações de esquema tático e achamos que essa (4-3-3) é uma formação que tanto na parte defensiva quanto ofensiva vai dar um resultado legal para a gente. Esperamos que os jogadores tenham tranquilidade e equilíbrio para que possamos fazer uma estreia boa. Sabemos que é um adversário difícil, um time jovem, leve. Temos que ter responsabilidade muito grande na hora de marcar o adversário, mas também temos que jogar – explicou Da Matta.

Apesar de terem perdido parte da preparação da equipe para o estadual, o meio-campista Adenilson e o atacante Isac devem ser utilizados diante do Tubarão. Mesmo fora do preparo físico ideal, Ney da Matta espera que ambos consigam compensar no aspecto técnico.

– Nós tivemos um prejuízo muito grande. Eles (Adenilson e Isac) são dois jogadores que chegaram depois, um pouquinho atrasados na pré-temporada. São jogadores que têm muita qualidade, são acostumados a jogar, mas para esse jogo a gente espera que eles possam nos ajudar com a qualidade e a experiência para podermos mudar essa vitória.

Apesar do principal objetivo do Remo na temporada ser o acesso à Série B, o treinador remista afirmou que para chegar bem no Brasileiro é necessário, antes, obter sucesso no estadual e nas demais competições do primeiro semestre.

– Eu falei para eles (jogadores) que eu vim aqui com um contrato para ter sucesso na Série C, o que é ótimo. Mas nós temos uma ponte no meio desse caminho. Temos que fazer essa ponte, que inicia no estadual. Temos que fazer o estadual legal. O torcedor é carente disso e eu quero deixar para o torcedor uma mensagem: pode até faltar qualidade técnica em um jogo, mas a alma não vai faltar, coração não vai faltar. Isso nunca faltou por onde passei e não vai ser agora. Eu gosto muito quando o jogador se entrega dentro do campo, que dá a vida. Não é só pelo torcedor, mas principalmente porque o futebol exige isso e nós temos que dar sequência – garantiu.

Como é um início de competição e a maioria dos jogadores ainda não está no melhor momento físico e técnico, Ney da Matta garante que montou um elenco que irá conseguir compensar isso com “alma” e “coração”.

– Primeiro, o torcedor vai ter que ter um pouquinho de paciência, porque o futebol ficou ruim. Não é porque é o Remo que vai chegar contra os clubes do interior e vai golear. Nós sempre tivemos sucesso por onde passamos porque sempre trabalhamos desse jeito, de que independe da posição que o atleta ocupa ele tem que ter a responsabilidade e o comprometimento de ajudar na marcação. Foi assim no Boa Esporte, no Ipatinga e ano passado no CSA, onde tivemos muito sucesso. Nós gostamos de jogadores que, além da força, da qualidade e da velocidade, que sejam responsáveis com o esquema tático – argumentou.

A estreia do Leão Azul será neste domingo, a partir das 16h (horário local), no Mangueirão, contra o Bragantino.

Comente com o Facebook
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Compartilhe

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *