Copa Ouro: Time da Manauara está quase formado

Blog –  A reportagem do blog conversou com o empresário Wallace Moraes, que é o dirigente máximo da equipe A Manauara, bicampeã da Copa Ouro de Futsal de Itaituba.

Wallace, este ano as discussões a respeito da Copa Ouro começaram muito cedo, diferente do que aconteceu ano passado. O que motivou esse início tão precoce das discussões?

Wallace – Uma das razões é voltar a fazer a copa no período que sempre foi disputada, que é bem melhor para os clubes, porque é mais fácil adequar o calendário, pois não tem tanta disputa de campeonato nos estados do Brasil.

A gente começou a reunir mais cedo para tentar retornar a data da copa, que antes acontecia durante o mês de maio. Estamos bastante adiantados com algumas coisas.

Ano passado eu sugeri que se colocasse no regulamento, que os clubes que não tinham CNPJ, que providenciassem tirar o seu cartório para poder participar de 2018. Para a gente cria a nossa associação, é preciso que todos tenham CNPJ. A maioria já tem, e os que não conseguiram, estão cuidando disso. Já estamos bastante adiantados na discussão do regulamento, e só falta o aval da prefeitura no que tange ao apoio financeira para a copa. Outro motivo para fazer a copa em maio é que muita gente vem de férias das ligas europeias, o que não foi possível ano passado.

Blog – O professor Sérgio Pock apresentou uma proposta de mudança. Inicialmente, parece que foi bem aceita. Porquê, depois os clubes mudaram de opinião?

Wallace – A forma que “is”, e a maioria acabou optando por deixar a fórmula antiga mesmo. Uma novidade em relação ao passado é a volta do número oficial da Copa Ouro, de oito equipes. A Cálculos confirmou sua participação e América, tradicional equipe itaitubense também vai voltar. Falta definir apenas a situação do Genasc, se vai com o Lojão Mil Stilos ou outra empresa. Isso vai ser resolvido nas próximas reuniões.

Blog – O leilão de atletas foi um fator que chegou a ameaçar a sobrevivência da Copa Ouro, porque chegou a um nível de supervalorização de alguns jogadores, que não dava mais para as equipes cobrir as propostas. Está havendo um pouco mais de bom senso dos dirigentes?

Wallace – Tem que deixar a emoção de lado e agir com a razão. Às vezes a emoção faz com que alguns clubes não consigam honrar os seus compromissos. Para este ano a coordenação inseriu uma novidade que vai melhorar isso. O jogador que já pegou algum adiantamento de um clube, não pode fechar com outro clube. Se algum clube fá fechou com um jogador, se deu algum adiantamento, ele não pode fechar com outro clube, nem mesmo devolvendo o dinheiro.

Blog – Ano passado, o público fo menor, em relação aos outros anos. A que você atribui isso?

Wallace – Eu acho que teve uma perda de 10%, o que considero natural, porque a copa foi planejada muito em cima da hora; e teve a saída do Grupo Tapajoara. O povo achou que talvez não fosse terminar a copa com a nossa organização; mas, deu tudo certo. Este ano a expectativa é muito boa, pois com 8 clubes, com a volta do América e a volta da Cálculos, com a participação do Trovão Azul e do Hay-Fay, o povo vai prestigiar. A competição mais tradicional de futsal em Itaituba vai voltar ao que já foi.

Blog – E como está a montagem do time da A Manauara?

Wallace – Já está entre 70% e 80% por cento pronto. A gente manteve as peças mais importante no passado, reforçou ainda mais o time, e nossa meta este ano é fazer história no ginásio e buscar o tricampeonato.

Blog – Treinador…

Wallace -Treinador a gente está analisando ainda; ainda não está fechado, assim como o primeiro goleiro. Estamos à procura. O clube é atual campeão, o que é uma responsabilidade a mais.

Blog – Não será o Cléo Colares?

Wallace – Estamos conversando ainda. Em breve teremos uma solução.

 

Extraído do Blog do Jota Parente

Comente com o Facebook
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Compartilhe

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *