Cigano faz luta cerebral e vence Ivanov por pontos na luta principal do UFC Boise

Júnior Cigano havia entrado pela última vez no octógono numa disputa de cinturão, em maio de 2017, quando perdeu para Stipe Miocic. Depois de 14 meses e um processo desgastante na USADA (Agência Antidoping dos EUA) – onde provou não ter culpa no caso de doping -, o ex-campeão peso-pesado fez uma luta inteligente e controlou as ações do combate com o búlgaro Blagoy Ivanov. A vitória no UFC Boise na noite deste sábado veio por decisão unânime (triplo 50-45).

Foi a vitória de número 19 da carreira de Cigano, que ainda tem cinco derrotas no cartel. São três vitórias nas últimas cinco lutas do brasileiro, que ocupa hoje o oitavo lugar no ranking da categoria peso-pesado.

– Fiquei muito tempo sem lutar, passei um ano parado, enfrentei o Miocic, depois passei mais um ano parado e enfrentei este cara muito duro. Obrigado Ivanov, você merece estar no UFC. Eu estarei ainda melhor na próxima – disse Cigano, que ainda dedicou a vitória ao filho Bento.

A luta

No primeiro round, Júnior Cigano controlou todas as ações do combate, acuando Ivanov, que preferia jogar no contragolpe. O brasileiro também usou os chutes, principalmente frontais. O búlgaro, no entanto, acertou um cruzado que logo abriu um ferimento no rosto de Cigano. O brasileiro, no entanto, seguiu pontuando e tocando no rival com os jabs e diretos.

Para o segundo round, Cigano mandou um chute giratório que ficou na guarda do búlgaro. Um jab de Cigano fez Ivanov piscar após acertar bem no olho, e outro jab direto explodiu no rosto do búlgaro. Cigano jogou um cruzado por cima e depois mais um jab. No final, o brasileiro ainda colocou uma boa sequência e Ivanov balançou, mas absorve bem.

O búlgaro voltou para o terceiro round com outra postura, andando para frente, e logo aplicou uma boa sequência de golpes, que Cigano absorveu bem. Com um direto, o brasileiro colocou uma mão pesada no rosto do adversário. Mas mostrando uma resistência impressionante, Ivanov soltou um cruzado em cheio no rosto de Cigano, e outro de esquerda na sequência. O brasileiro também mostrou ter absorvido bem os golpes.

De volta no quarto round, Júnior Cigano mantinha a tática de golpear com jabs na linha de cintura. Ivanov jogou um overhand por cima de um direto e acertou Cigano, que até esboçou entrar no single leg depois, mas não levou adiante.

No último round, Ivanov continuava caminhando para frente mesmo sendo castigado com os jabs conectados por Cigano. O árbitro Herb Dean chegou a parar a luta para chamar a atenção do brasileiro pela terceira vez por um dedo no olho, mas não tirou ponto e entendeu que foi uma fatalidade. Na volta, os dois trocaram golpes na curta distância e um overhand de direita entrou forte em cima do búlgaro, mas Ivanov balançou só um pouco e absorveu. Cigano continuou se movimentando bem e controlando a luta até poder comemorar a vitória.

Foto e Texto: Combate

Comente com o Facebook
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
Compartilhe

Post Author: Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *